Guterres e barroso: o Melhor e o pior de nós

guterres-e-barroso

Acabei de ler o artigo, no Público, do inditoso barroso a felicitar Guterres. A linhas tantas, um dos que lutou para que este dia não acontecesse (e nada me convence do contrário; falo dum homem sem um pingo de decência), ao alinhar com a Alemanha e com a Comissão Europeia no lançamento da candidata búlgara (que acabou atropelada), diz isto: “Há quem se interrogue acerca da importância que tem para o nosso país o exercício de cargos como este.”.

Este biltre aproveita-se da vitória de Guterres para nos tentar convencer que “o cargo como este” (não há comparação, mas adiante) que exerceu trouxe mais-valias para Portugal. Trouxe vergonha e nojo, tanto no exercício como no desenlace.

E ousa dizer que temos agora um português no G20. Isto diz tudo de barroso. Verdade, Guterres nasceu em Portugal. barroso não mexeu uma palha por Portugal (e nem tinha nem devia fazê-lo), mesmo porque sempre foi soldado do seu umbigo e, sabe-se agora, do Goldman Sachs.

Isso de colocar Guterres como uma espécie de lança portuguesa no coração do G20, que barroso classifica como “o mais importante fórum de decisão mundial” é uma cuspidela na cara de Guterres. É que um dos trabalhos de Guterres é, precisamente, transformar a ONU no mais importante fórum de decisão mundial. barroso consegue ser barroso, e nada nele é inocente. Pouco nele não é indecente, mas hoje “esmerou-se” na alarvidade, ao dar os parabéns a Guterres em forma de “vai bardamerda”.

No fundo, o avençado da Goldman Sachs (“banco” que esteve no centro da crise de 2008 e que conduziu ao actual estado de coisas) diz como exerceria o cargo de secretário-geral da ONU. Fica à mostra para quem queira ver.

Em suma, barroso escreveu um artigo onde explica o sacana que é.

Falando agora de Homens. De Guterres apenas espero que cumpra o programa com que se apresentou (um verdadeiro hino humanista), que consiga moderar o debate no Conselho de Segurança. Não espero que consiga convencer os cinco membros permanentes a abandonar o poleiro, mas espero, ao menos, que encete essa conversação, que já tarda. Um primeiro passo seria mantê-los permanentes, mas sem direito de veto. E mesmo isto não é tarefa para cinco ou dez anos. Mas isso fica para outro post.

Quanto a Portugal? Se o programa for cumprido, Portugal e o resto do Planeta poderão um dia acordar num mundo sem G20 (o tal ponto onde barroso vê uma mais valia; farrapo de homem)

Mas quanto a Portugal mesmo? Guterres tem cinco anos para tentar ajudar a que o português passe a língua oficial da ONU, a par das já existentes (árabe, chinês, espanhol, francês, inglês, russo). Não por cunha, mas porque é uma falha que urge remediar. Se isto é muito importante? Um seis, numa escala de zero a dez.

Sobra quem nasça barroso, basta olhar o mundo. Faltam Guterres. Agora o mundo tem um em posição privilegiada. Calhou nascer português. E, obviamente, tenho orgulho nisso. Por ser quem é. barroso também nasceu português, e aceito essa realidade. Não peço desculpas ao mundo por isso. Portugal não tem culpa de barroso. Um homem errado no lugar errado pode manchar a imagem de um país (e, creiam, barroso fê-lo). Já um Homem certo no lugar certo (e neste lugar certo) não faz necessariamente o inverso.

Guterres demonstra, ao menos, que não somos barroso. Mas calma, que também não somos Guterres. Há demasiado barroso a correr no sangue luso.

Guterres é Guterres. barroso é um leilão. Portugal é Portugal.

 

Anúncios

One thought on “Guterres e barroso: o Melhor e o pior de nós

  1. Falando pouco de Guterres,falo muitomais,do que falando muito de barroso,é um cínico oportunista,que não olha ameios para atingir fins.Depois de abandonar o governo,foi acorrer presidir a u.europeia,passados alguns meses estava agozar férias,na Grécia nas ilhas do milionário grêgo.Onde lhe cheirar a dinheiro,ele está lá,nem que tenha de vender a sua nacionalidade.Já se esqueceu de quem o apoiou,é cão que não conhcece dono nem a nação que em á hora o pariu,val zéro

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s