Eu, colégios privados e eu

Boa noite,

Eu, Canhoto BOOOOM

Esperamos que estejam felizes. Estragaram-nos a média do Canhoto. Para além do que a imagem retrata, tivemos ainda a visita de setenta e sete países (vão mesmo assim, arrolados em estrangeiro): Portugal, United Kingdom, France, Switzerland, Spain, Germany, United States, Brazil, Angola, Luxembourg, Netherlands, Belgium, Mozambique, Canada, Macau, Italy, Cape Verde, Ireland, European Union, Norway, Australia, United Arab Emirates, Sweden, South Africa, Singapore, Timor-Leste, Algeria, Austria, Poland, Iceland, Turkey, Greece, Finland, Japan, Slovakia, Malta, Qatar, Mexico, Colombia, Czech Republic, Jersey, Thailand, Kuwait, Congo-Kinshasa, Guinea-Bissau, Ghana, São Tomé & Príncipe, Andorra, Senegal, Romania, India, Saudi Arabia, Denmark, Moldova, Mauritius, Hong Kong, Sierra Leone, Namibia, Slovenia, Russia, Uruguay, Cyprus, Guinea, Malaysia, Indonesia, Chile, Burkina Faso, Puerto Rico, Seychelles, Peru, Albania, Croatia, Ukraine, Liechtenstein, Venezuela, Azerbaijan e Bahrain.

Países BOOOm Eu, Canhoto

Gostamos de ver países como a União Europeia (true story), Singapura, Burkina Faso, Gana e – pasmem –, Portugal interessados nesta temática. Não percebemos a ausência da China e da Coreia do Norte. As visitas dos EUA foram via NSA, pelo que não contam.  Percebo a presença do Bahrain. Magoam-nos a ausência de Cuba e do Vaticano.

E, como se não bastasse, passámos as oito mil partilhas. Têm V.Exas  noção do quão assustador é isso? A carreira do Marcelo começou com um post com bem menos projecção (na verdade, foi um mergulho no Tejo; coisa que certamente não foi noticiada em 77 países). E eu não quero acabar os meus dias como stalker do António Costa.

Amanhã mesmo começarão a sair as primeiras entrevistas que acabei (acabámos) de dar. Ao Correio da Manha, com o título “Rogérios confessam ter assassinado bués de colégios privados… e um canário” e ao Observador (entrevistado pelo Rui Ramos): “Não concordo comigo!”. No que toca a jornais, poderemos ser lidos no Expresso: “Panama Papers: Rogérios confessam serem de apelido Mossack Fonseca e deterem 99% de um Colégio Privado no Km 17 da A23.” Lá mais para diante na semana poderão ler na Visão: “Eu, Sócrates e os Colégios Privados”, enquanto a Sábado asseverará que “Eu sou um Colégio Privado”.

Obviamente, já estou a usar o plural majestático, que estas cenas sobem-nos à cabeça. E agora, terei – perdão, teremos – de acabar o post por aqui, que estamos aqui meio atrapalhados. É que depois de tudo isto o meu filho não volta a pôr os pés numa escola pública. Humpf. Que pobreza. Acabamos de contratar a Angelina Jolie como Colégio Privado.

Nota: hoje estava um tipo de tshirt amarela a almoçar numa mesa confinante. Não fosse o diabo tecê-las, paguei-lhe o almoço e inscrevi-o num colégio privado.

Nota (take two): agora mesmo a sério, apenas disse o óbvio, que aliás já muitos tinham dito doutra forma. Achei piada isto de virar vírus. Tanto quanto achei piada aos insultos que recebi por mensagem privada. Destaco o “és um conas”. Acho-o pouco fundamentado, confesso. Mas o comentário mai’lindo é mesmo: “essa é a tua opinião, pá!”. Este cometário afundou-me! Eu?, eu que passo o tempo a transmitir a opinião dos outros?; acusam-me agora de ter opinião?

Arre, apre e sejam felizes.

Anúncios

One thought on “Eu, colégios privados e eu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s