marcelo, portas, a direita e… uma sopa fria.

marcelo e portas

Houvesse decência, tivesse o homem um pingo dela e não andaria a fazer render o peixe, Domingo após Domingo. Mas o marcelo não a tem, desde muito antes dos tempos da vichyssoise servida ao paulo portas, então director do Independente, o mesmo ser que abjurava os políticos, afiançava que nunca faria política, defendia Salazar, e dizia mesmo que cortaria relações com os amigos que ousassem ser políticos [cliquem no link]. Estão bem um para o outro, com ou sem cabeleira loira.

Claro que o marcelo quer avançar o mais tarde que puder ser. Há que prolongar o Ataque Tubarão. Quanto mais tarde for, mais tempo tem para evangelizar. A partir do momento em que decidir anunciar o que já é óbvio, terá, entre muitas lágrimas e invocações da honra, de deixar de dar missa. E escolherá a Judite para a despedida, para, pela enésima vez, lhe dar os sentidos pêsames, carpir mais um pouco e sacar mais um votos.

Estes dois seres são a imagem do país que é. Votem neles, bem sei que o farão. Afinal. “eles falam tão bem”. Riam-se ao som da Grécia que definha, bem sei que grande parte já o faz. Tereis um lindo enterro. Quanto a eles? O irrevogável, a quem o mi(ni)stério público não atenta,  comprou dois submarinos. Chegará o tempo de lhes dar uso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s